Cursos

Educação Permanente em Saúde

Institucional

APRESENTAÇÃO

Um dos pilares de sustentação da gestão inscritos no Plano de Governo do Estado do Paraná 2011-2014 é o desenvolvimento da Política de Educação Permanente em Saúde visando promover a melhoria da qualidade do cuidado em saúde e da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS).
O SUS convive com limitações decorrentes do processo de trabalho ainda centrado mo modelo curativo, fragmentado e de baixa resolutividade para os problemas e necessidades contemporâneas de saúde. O distanciamento entre a formação dos profissionais e as necessidades atuais de saúde da população é um desafio que vem sendo enfrentado tanto pelos órgãos formadores (políticas de educação) como pelos de prestação de serviços (políticas de saúde). No entanto, este e outros desafios relacionados às práticas profissionais em saúde ainda persistem.

A Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP), em suas vertentes – formação inicial, ensino profissionalizante e ensino superior – constitui-se em lócus fundamental para o desenvolvimento da política estadual de formação e qualificação profissional para o SUS, que tem como eixo estruturante a educação permanente.
A educação permanente, por sua vez, pressupõe mudanças na cultura institucional numa perspectiva de virada no pensamento da educação profissional. Com isso, o trabalho em saúde passa a ser valorizado e reconhecido como espaço privilegiado de aprendizagem. Parte, portanto, da reflexão sobre a realidade do serviço e sobre o que precisa ser nela transformado para garantir a melhoria da qualidade da atenção e promover a equidade no cuidado e no acesso aos serviços de saúde.
No Paraná, as duas instâncias responsáveis pela política de formação e qualificação para o SUS foram criadas separadamente e com missões distintas. O Centro Formador de Recursos Humanos foi criado em 1954 com a vocação de ensino profissionalizante, atendendo às necessidades de formação em nível médio para o trabalho na área de Saúde Pública. A Escola de Saúde pública foi criada em 1958 com a vocação de atender à implantação e desenvolvimento de programas, ações e serviços bem como formar profissionais especialistas para a atuação na área da Saúde Pública.
Passadas cinco décadas, o desafio atual é a consolidação e fortalecimento dos processos educacionais e formativos no SUS no Paraná visando ao cumprimento de seus princípios e diretrizes, num contexto onde as necessidades e problemas de saúde se tornaram mais complexos e mais difíceis de serem enfrentados, exigindo mudanças na cultura organizacional dos serviços de saúde.
Neste contexto, a Escola de Saúde Pública e o Centro Formador de Recursos Humanos passaram a trabalhar juntos desde janeiro de 2011, sob direção única, num mesmo espaço físico, configurando uma mesma equipe. A ESPP, vinculada à Diretoria Geral da SESA passa a articular-se mais diretamente com as superintendências, diretorias, áreas técnicas e regionais de saúde da SESA e com os municípios e controle social do SUS buscando a construção de projetos educacionais e itinerários formativos mais adequados às necessidades de saúde da população paranaense.
Em conjunto, a equipe de trabalho elaborou as seguintes premissas institucionais:

MISSÃO
“ Elaborar e coordenar a Política de Educação Permanente em Saúde no Paraná, contribuindo com o fortalecimento do SUS.”

VISÃO
“ Ser uma escola inovadora, de excelência e de referência no campo da educação em saúde no SUS.”

VALORES E PRINCÍPIOS
  • Ética
  • Responsabilidade
  • Solidariedade
  • Comprometimento
  • Parceria e articulação intra e interinstitucional
  • Transparência


RESULTADOS PARA A SOCIEDADE


  •  Pessoas qualificadas com excelência para as ações do SUS;
  •  Efetividade nas ações desenvolvidas pela ESPP-CFRH;
  •  Acesso às ações da ESPP-CFRH com equidade;
Recomendar esta página via e-mail: